Brasil alcança nono lugar em ranking dos países que mais produzem energia solar

Brasil alcança nono lugar em ranking dos países que mais produzem energia solar

Publicada no dia

Em 2020, o Brasil alcançou a marca do 9º país que mais produz energia solar. No total, foram quase 3.153 megawatts de potência. Desde 2017, essa foi a melhor posição já alcançada pelo Brasil (antes ocupava a 10ª posição no ranking geral).

Chegou a ocupar em 2019 a 12ª posição, mas com o aumento nos investimentos no setor, teve um crescimento significativo. Esse levantamento foi feito pela Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar). 

O estudo realizado incluiu não apenas as grandes usinas, mas também as pequenas produtoras – até mesmo painéis solares instalados em residências e comércios.

Segundo dados levantados pela Absolar, as instalações foram responsáveis por somar 80% da capacidade de geração de 2019 – o que corresponde a 2,5 GW. Já os 20% restantes são referentes à geração centralizada de energia solar.

No ranking geral, quem ocupa a primeira posição é a China, seguida dos Estados Unidos. Outros países que encabeçam as primeiras posições são Japão, Vietnã e Alemanha, muito fortes no segmento.

Um dos motivos que fez o Brasil alcançar essa posição foi a grande extensão territorial (5ª maior do mundo), fator que possibilita a instalação de grandes usinas de produção de energia solar. 

Sem contar que há grande irradiação de sol na maior parte do território brasileiro, o que também colabora para que os níveis de produção de energia sejam mais altos. Isso torna viável a instalação de painéis solares em residências, comércios, usinas em locais rurais e qualquer outro lugar.

O futuro da produção de energia solar no Brasil (H2)

Segundo levantamento da Absolar, o Brasil tem com fonte renovável mais competitiva a energia solar. Sem contar no crescimento econômico. Somente em 2020, quase R$16 bilhões de reais foram investidos no segmento, o que ajudou a criar quase 100 mil novos empregos.

Em 2021, o aporte foi de R$23 bilhões de reais. E nos últimos oito anos, o Brasil já investiu um total de mais de R$42 bilhões de reais em geração de energia solar com mais de 236 mil empregos gerados.

Por conta da pandemia, muitas empresas seguraram os investimentos entre 2020 e início de 2021, mas agora já estão retomando novamente o ritmo. O objetivo entre 2021 e 2022 é fazer o número de placas instaladas em residências subir de 35% a 40%.

Boas perspectivas para o futuro (H2)

O Brasil tem motivos de sobra para comemorar. Além de a própria geografia favorecer muito a produção de energia solar, recentemente foi aprovada na Câmara dos Deputados o projeto de lei 5829/19, conhecido como “marco legal da geração distribuída”.

Ou seja, foram instituídas normas para democratizar e ampliar o acesso à energia solar, assim como houve aumento da segurança jurídica para os que optarem por sistema de painéis fotovoltaicos seja para uma empresa pequena, grande ou para a própria residência.

Segundo a própria Absolar, até 2050, a previsão de novos aportes é de até R$139 bilhões para novos projetos. A projeção também estima mais de 1 milhão de empregos gerados até lá.

E, claro, não podemos nos esquecer de que com o aumento de produção da energia solar, além de causarmos menos impactos no meio ambiente com a redução da emissão de combustíveis fósseis, é provável que haja diminuição das contas de luz, já que a maior produção de energia não virá somente das hidrelétricas e termelétricas.

Outras Notícias

d7482ad4-73f8-4023-82fa-39f72ef12d01
Previsões do Mercado Financeiro
0fcfa13e-e3a5-4628-acf8-440b334cb547
Tutorial de conexão de inversores SAJ à internet
881dd9bb-a448-47e0-a16b-beebead84260
619 mil placas destinadas à Usina de Caucaia chegam da China
742b8dec-3388-407c-844d-c228888c88bf
FGENERGIA – Garantia para Empréstimos do BNDES
c4c7b176-895c-4004-be5f-27327558a335
Lei sancionada pelo Presidente prevê energia solar subsidiada
b04e9f4d-fd5e-4fb3-89c9-608297bafc3f
Cuidados e pontos de atenção para o dimensionamento com módulos bifaciais
00c711ef-0d34-4ee0-9987-b37b701c1273
Brasil precisa incluir a energia solar no planejamento energético
b609c436-c699-4cd1-83ab-764b20698b80
Até 2045, quem já tem placas solares terá subsídio do governo!
0c50a2b1-e46b-42b0-bb0b-58fb180e7ad7
A melhor opção para projetos de Microgeração: Goodwe 73kW e trifásico 220V
76994385-1bf6-42db-b208-f4cc93fd5538
Energia Solar pode entrar em crise no Brasil?
Qualidade Garantida
Suporte Total de Nossos Consultores
Segurança e Conformidade

EDELTEC - SOLUÇÃO E TECNOLOGIA EM UM SÓ LUGAR
Rua Princesa Isabel 138, 5º Andar, Salas 51 à 54, Zona4, Maringá-PR. CEP 87.014-090 | CNPJ: 10.289.713/0001-70
Rua Domingos Rampelotti 3501, Galpão 01 A e B, São Roque, Itajaí - SC. CEP 88.317-600 | CNPJ 10.289.713/0003-32
COPYRIGHT © 2021 EDELTEC
Desenvolvido por
Ipolitus Desenvolvimento e Operações