Conta de energia cai de R$ 1600 para R$ 180 em escola rural no Piauí após instalação de placas solares

Conta de energia cai de R$ 1600 para R$ 180 em escola rural no Piauí após instalação de placas solares

Publicada no dia

Um grupo de pesquisadores da UFPI conheceram uma escola no Piauí que preza pelo ensino amigo do meio ambiente. A Escola Municipal do Contentamento fica em Oeiras. A escola possui um sistema de captação de água dos bebedouros, para utilizar o que seria descartado para regar as hortas orgânicas que os próprios alunos produzem, ou então para cozinhar os alimentos preparados na merenda.

A escola também faz a coleta seletiva dentro e fora dos limites escolares, além de ter colocado descartes para álcool em gel feitos de bambu. Esses aspectos foram fundamentais para que a UFPI escolhesse essa escola para ser a primeira do estado a ser abastecida com energia solar, de acordo com Constância de Oliveira, pedagoga do colégio.

Foi em janeiro de 2021 que o projeto começou a ganhar vida. Constância se lembra de tudo: desde a primeira vista à vistoria, e a implementação das placas solares. Após a instalação, os técnicos fizeram uma reunião com os docentes para explicar como é feita a captação de luz e como ocorre a conversão em energia elétrica.

Especialmente em uma região onde a maioria das pessoas depende do solo para prover o próprio sustento, por meio da plantação de legumes e verduras, todo mundo entende a importância de se preservar o meio ambiente. De acordo com Constância, as famílias precisam ensinar aos filhos a importância do termo sustentabilidade, que vai muito além de economizar energia e jogar o lixo no local certo. E se o aluno recebe essas boas práticas em casa, acaba levando para outras pessoas. É como matemática: o conhecimento multiplica!

Como a escola se beneficiou com a instalação de placas?

Os professores e gestores do colégio aproveitaram muito a instalação das placas solares, já que os benefícios vão além da economia de energia. Já no primeiro mês, a conta de luz caiu de R$ 1.800 para R$ 160! No total, foram instaladas 22 placas, que inspiraram professores e alunos a criar novos projetos e levar a temática adiante. O medidor foi instalado no centro do pátio da escola, o que aumentou o sentimento de coletividade entre os alunos. Eles sentem que aquilo pertence a todo mundo.

A partir disso, foi criado o Projeto Educação Ambiental e Saúde, que acontece todos os anos nos colégios de Oeiras. Por conta da pandemia, os alunos precisaram ficar em casa, mas isso não os impediu de continuar trabalhando nos projetos. Mais de 300 jovens produziram materiais para a internet e rádio da escola para o 5o Seminário de Educação Ambiental e Saúde, que aconteceu em junho do ano passado.

Foram produzidos diversos materiais, como paródias, telejornais, textos, desenhos, tudo sobre a mesma temática: a importância da energia solar e conservação do meio ambiente.

Segundo a professora Constância, a escola até criou o próprio laboratório para que os alunos entendam na prática o que acontece do lado de fora das salas de aula. Eles vivenciam a sustentabilidade, e agora entendem mais do que nunca que é possível viver com mais qualidade de vida.

O início do projeto

Marcos Lira, pesquisador da UFPI, foi o responsável por implementar o projeto na escola. Suas pesquisas começaram há dez anos, em 2012, pois foi quando percebeu que apesar de o Piauí ter um potencial enorme para produzir energia solar, o tema não era muito discutido no estado. Foi no mesmo ano que a Aneel publicou a normativa com novas regras para quem quisesse gerar a própria energia.

A instalação das placas na escola teve um custo total de R$ 40 mil, com duração útil de 25 anos, segundo o pesquisador. Com a redução de gastos que a escola já tem, em menos de 3 anos poderá recuperar o investimento e ainda aproveitar por mais de 20 anos os benefícios que as placas vão proporcionar.

Antes de implementar este novo projeto de energia solar, Marcos já havia participado de outro projeto, na instalação de bombas para retirada de água dos poços. De acordo com Lira, o estado tem grandes lençóis freáticos e uma grande capacidade de gerar energia solar. Então, por que não juntar os dois e atender um número maior de pessoas da comunidade?

Ao todo, foram 10 comunidades que ganharam acesso à água potável após a instalação das bombas dos poços. Isso mudou muita coisa, já que a partir daí puderam começar a comercializar os alimentos. A comunidade tem agora a capacidade de drenar até 5 mil litros de água pura por dia. Do ponto de vista ambiental, não existem agressões, já que é uma energia limpa. Pelo ponto de vista social, é um conforto a mais para as pessoas, já que isso evita o trabalho braçal, uma vez que a água cai diretamente na caixa d’água que as famílias instalaram em suas casas.

Em 2019, os pesquisadores ganharam um prêmio da ONU por ter sido uma das experiências com maior êxito no estado. O valor de R$ 100 mil do prêmio foi utilizado para instalar mais 10 sistemas. Agora, são 20 sistemas no total, que abastecem as residências de 90 famílias.

Lira está se envolvendo em novos projetos em parceria com a Chesf na Usina de Boa Esperança, que fica a 400 km de Teresina. A ideia agora é instalar mais de 4.500 placas solares no reservatório para gerar mais energia paralela àquela que já é produzida nas hidrelétricas para conceder mais benefícios às populações ribeirinhas que vivem da pesca e da agricultura. 
 

Outras Notícias

71648ffb-277e-4b73-869b-99712f9bc0a5
A energia solar tem um futuro brilhante no Brasil
c93e1a9b-6619-4083-895f-1955e0551e76
Primeiro carro do mundo movido à energia solar é anunciado por empresa
26ff0d31-7c16-4d0a-86f5-b5cc49864e07
Como o evento de energia solar de Natal beneficiará o Brasil
a4bed28a-ac01-4e20-9452-a5f0536cac20
Durante a pandemia, o mundo poderia ter se recuperado de forma verde, mas perdeu essa oportunidade
a1e40ffb-815e-46f0-a711-3ceab19e7855
Gargalo de geração renovável na ANEEL
2e511fe7-18fd-4cfa-a7b2-e85feaa652e0
Usina Solar de proporções enormes serão construída em um antigo lixão no estado da Bahia
a05304d3-8f67-4900-903c-4785e7aafe6b
Google inaugura campus com 90.000 painéis solares
0a4f6d25-ff29-4181-ab85-33259deddd9e
Transição energética no Brasil é impulsionada no Dia Mundial da Energia
7fae6b0e-f534-4e7c-babb-ef9a53984616
Como a Embraer está trabalhando para alcançar 100% de energia renovável no Brasil até 2024
4052d53e-4be8-4c9b-ba1d-f0090ec32681
Shell fará investimento de R$ 7 bilhões em usinas fotovoltaicas no estado de Minas Gerais
Qualidade Garantida
Suporte Total de Nossos Consultores
Segurança e Conformidade

EDELTEC - SOLUÇÃO E TECNOLOGIA EM UM SÓ LUGAR
Rua Princesa Isabel 138, 5º Andar, Salas 51 à 54, Zona4, Maringá-PR. CEP 87.014-090 | CNPJ: 10.289.713/0001-70
Rua Domingos Rampelotti 3501, Galpão 01 A e B, São Roque, Itajaí - SC. CEP 88.317-600 | CNPJ 10.289.713/0003-32
COPYRIGHT © 2021 EDELTEC
Desenvolvido por
Ipolitus Desenvolvimento e Operações